23 de agosto de 2017


No último sábado (18), parte da equipe do Hopi Hari Mania esteve no parque para entrevistar a nova presidência do Hopi Hari, composta pelo Prezidan José David Xavier e a Embaixadora Victória Xavier. 

A nova presidência faz parte do plano de restruturação do Hopi Hari e eles estão trabalhando desde o primeiro semestre desse ano para trazer o País Mais Divertido do Mundo de volta. 

Em nossa entrevista, abordamos as principais dúvidas dos fãs e visitantes, como o plano de divulgação e marketing, volta da La Tour Eiffel e das outras atrações, encantamento, shows e espetáculos, tematização, City Walk, Katapul, os vagões da Montezum, novas cores do Evolution e muito mais. 

Devido a entrevista ter sido extensa, vamos elencar os principais tópicos junto com alguns comentários. Desde já agradecemos ao José David e a Victória por nos receber no Hopi Hari e os parabenizar pelo excelente trabalho que estão realizando.

MARKETING E PÚBLICO

Nas primeiras semanas de reabertura do parque, percebemos que os visitantes estão voltando bem devagar ao Hopi Hari. Perguntamos ao José David quais são as estratégias para atrair o público de volta ao parque e atingir a limitação de 5 mil visitantes diários e segundo o Prezidan, o planejamento concebido contemplava 5 mil pessoas diárias a partir de setembro. Antes de fazer ações de propaganda e mídia, eles pretendem estabilizar a operação do parque. 

Além disso, o público do Hopi Hari é 50% formado por escolas e o ciclo de capitação dessas visitas pelos distribuidores do parque demora de 4 a 6 semanas, ou seja, estão esperando dar o resultado desses visitantes que são muito importantes para o parque. 

Com a operação estabilizada, o intuito dessa gestão é inovar em comunicação, utilizando as mídias da melhor forma e principalmente as mídias sociais. A partir disso, receber mais visitantes. Quanto ao limite de 5 mil, o plano é evoluir para 7 mil, 6 mil, 12 mil pessoas de acordo com a demanda, sempre visando a melhor experiência. 

ENCANTAMENTO, SHOWS E ESPETÁCULOS

Notamos que muita coisa mudou desde a reinauguração esse mês. Os habitaris (funcionários) já estão mais empenhados, gentis, usando hopês (língua do parque), vestindo a camisa e até os Looney Tunes estão recebendo os visitantes nas catracas. Perguntamos ao Governi di Hopi Hari se, além disso, eles já haviam pensado em algo envolvendo encantamento. Segundo a Victória, tudo o que tem sido feito é resgatar parte do encantamento que o parque já teve no início. Eles já possuem planos de trazer de volta as paradas com os personagens, os shows, os meet & greets (já voltaram com o "Oiê" do Batman e dos Looney Tunes), além de já estarem montando novas grades de encontros, novos shows e espetáculos e algo para a abertura e encerramento do parque. 

Outra coisa que está no planejamento do parque e acontecia no começo do Hopi Hari e ainda estão fazendo ainda bem lentamente, mas em escalada, é envolver os habitaris na tematização, trazer eles para dentro do encantamento, até mesmo nas redes sociais. "Não tivemos tempo agora, mas antigamente os habitaris estavam dentro da Hora do Horror, as lojas eram tematizadas também. Então, esse lado de trazer o habitari dentro do encantamento é importante", disse.

O José David completou a resposta falando sobre importância do encantamento dos habitaris, que estão satisfeitos e contentes, dizendo que essa onda positiva está sendo espontânea: "estamos dando condições de um bom trabalho e eles estão retribuindo com a alegria e felicidade. O parque é isso. Estamos vivendo um sonho e podendo torna-lo realidade. Nós sabemos o que passamos para chegar até aqui".

PLANOS PARA A LA TOUR EIFFEL

Já se falou bastante na mídia sobre a La Tour Eiffel, mas queríamos saber se já possuem algo certo para ela. Segundo o Prezidan, nessa fase, eles estão em contato com a Intamin solicitando propostas de reformulação da atração e a meta continua sendo o segundo semestre de 2018, pois haverá um investimento significativo. 

A demanda para a fabricante suiça, Intamin, é que tenham gôndolas em pé, tendo como referência a Hurakan Condor do PortAventura (Espanha), com duas gôndolas em pé e duas sentadas. Ainda não possuem nada definido sobre a mudança de temática e reabertura pode acontecer de agosto a dezembro do ano que vem. 

O QUE ESPERARA PARA 2018 / VOLTA DAS ATRAÇÕES / NOVAS ATRAÇÕES

O Hari Hari demonstrou interesse em abrir 3 novas atrações no parque no ano que vem. Pensando nisso, perguntamos o que o público pode esperar para 2018. "Nesse momento, o plano é o resgate do Hopi Hari como o país mais divertido do mundo, recuperar a confiança do público. Então, pro ano que vem, o que esperamos concluir o resgate dessa verdadeira identidade", disse o Prezidan, "A tematização também faz parte. Conseguir manter a identidade do parque e dar uma repaginada", completou a Victória.

A primeira meta é reativar e deixar o parque 100%. A segunda, em paralelo, são as novas atrações. Eles ainda estão na fase de estudos e no primeiro ano pode ser uma duas ou até três atrações, o que vai determinar isso são valores e prazo de entrega. E quando tiverem algo definido, vão compartilhar imediatamente com o público, igual estão fazendo com o Evolution e vão começar a fazer com o Ekatomb, que vão começar a refinar mais as informações talvez ainda essa semana. 

CITY WALK E COMPLEXO HOTELEIRO

O parque também divulgou que planeja iniciar a operação do City Walk (área de convivência) em um futuro próximo em duas regiões do parque. Questionamos quais eram as expectativas com esse projeto e segundo o José, eles estão buscando ser referência. "Já somos em parque temático, mas queremos ser em entretenimento na região", disse. As regiões de Kaminda Mundi e Wild West estão sendo ofertadas para o mercado para operadores premium, com bandeira e estrutura. O Theatro di Kaminda poderá ter uma grade de peças que atenda a região de Campinas e Jundiaí, até mesmo um passeio vindo de São Paulo e já estão negociando para ter o stand up do Danilo Gentili e peças do Wolf Maya. Também pretendem ter um cinema (Cinétrion) com uma grade filmes de quinta a domingo e estão planejando o festival eletrônico (Kaballah), além de terem fechado uma parceria com o escritório do Fernando e Sorocaba para ter os shows de final de semana e, claro, ter as baladas de sexta e sábado para atender a região.

Com o City Walk, a expectativa é oferecer uma vida noturna pós parque igual acontece na Universal Studios Orlando e no Disney Springs, contribuindo para a região ser um pólo turístico. "O local tem uma vocação fantástica. Tem o fluxo do Outlet, o fluxo do parque aquático e do hotel Quality. É uma solução fantástica passar o final de semana aqui. Você organiza uma agenda. Nós queremos contribuir para isso", disse o Prezidan. 

Sobre o Complexo Hoteleiro, os projetos continuam, mas totalmente a parte ao parque. "Isso está bem dividido, a nossa responsabilidade é o parque e o Abdalla cuida da outra. A parte mobiliária do projeto está em andamento e aprovação. Dentro do complexo, teremos o Adventure Park, Pista de Ski indoor, a praia artificial de 5 a 10 mil pessoas (ainda em estudo), um centro de convenções e hotel de 400 apartamentos. O tempo de evolução de projeto é de 3 a 5 anos.".

REFORMAS EM ARIBABIBA / KATAPUL / VAGÕES DAS MONTANHAS-RUSSAS

Nós pudemos perceber que revitalizaram boa parte do parque, mas a região de Aribabiba (Liga da Justiça) ainda não está completa. Perguntamos se existe algum plano de investimento somente nela. Segundo o Prezidan, não existe um plano específico para a região. Ela está no plano global, assim como Wild West e Mistieri, que é a revitalização de todo o parque. "Nós tínhamos uma linha de tempo e financeira. Nós vamos chegar lá, mas o que foi possível para a reabertura foi isso. Nós não entregamos e estamos no meio do processo. Foram 37 dias até o dia 5 de agosto. Foi um excelente desafio".

Com isso, perguntando se existe algum plano de revitalizar a Katapul, mudar o lançamento ou algo do gênero e no momento muito próximo, não. Eles estão olhando todas as possibilidades de deixar ela estabilizada, talvez um investimento para atualizar o sistema de freios possa acontecer, mas nada certo. Por enquanto, foi destinada uma equipe de manutenção somente para a atração. Eles ficam de pronto atendimento na estação. Segundo a Victória, ela explica o porque de ter que esperar 18 pessoas para rodar "É uma variável de peso. Se lançar ela com 8 pessoas, tem que reconfigurar tudo na próxima parada. E são ajustes finos nos cilindros. Tanto que a capacidade são 24 pessoas, mas estamos colocando 18 para evitar o máximo as paradas". Estão fazendo de tudo para ter menos paradas técnicas possíveis. 

No meio da entrevista, lembramos dos últimos vagões que foram retirados de todas as montanhas-russas do parque há quase 10 anos sem grandes explicações. Segundo o Prezidan, o último vagão da Vurang foi retirado por recomendação da fabricante. Já sobre a Montezum... (o Prezidan não sabia que havia uma última composição na Montezum e ligou direto na manutenção para verificar...) por uma questão de peso, para a corrente do lift (subida) parar de apresentar problemas, equacionaram quando retiraram esses carros, diminuindo 90% as ocorrências. Os dois chassis estão lá se quiserem ser reativados, mas não é um plano. 

*Nota HHM: Ainda sobre a Montezum, o segundo trem desceu essa semana e já pronto para operar. A atração ficará operando por cerca de dois meses com os dois trens e depois o antigo irá para a reforma anual que deve durar um mês. 

**A Direversi (quando ia de costas) foi proibida pelo fabricante.

***Já foi discutido com a manutenção e o Evolution não pode operar com as gôndolas em pé por uma recomendação do fabricante e pelo Hopi Hari só poder operar ele no modo automático. Os demais parques que operam este modelo de equipamento com as gôndolas deitadas estão no modo manual.

NOVAS CORES / ILUMINAÇÃO / TEMÁTICA DO PARQUE 

Antes da reinauguração, o Hopi Hari revitalizou diversas edificações do parque com novas cores e segundo o José tem uma explicação: "Algumas cores do parque estavam tão sem vida e nós estamos tentando mostrar o quão ele está revigorado. Kaminda está mais viva, o Kastel di Lendas, região de Infantasia...".

A pintura mais polêmica ficou por conta das filas da Montezum, que foram pintadas de laranja, mas de acordo com o Prezidan "as grades laranjas foram uma decisão que veio de cima.". Eles já estão estudando novas cores para repintarem. A intenção também é pintar de branco as letras da entrada da atração.

O parque tem um plano de revitalizar boa parte das atrações. Algumas que já receberam uma atenção especial, como: Vulaviking, Bat-Hatari, Rio Bravo, Giranda Mundi (os suportes serão pintados no futuro próximo) e as próximas são Evolution e Ekatomb. O Ekatomb voltará com as cores originais da atrações e seus arabescos egípicios e o Evolution terá novas cores em suas gôndolas - um laranja que se assemelha a cor do trem da Big Thunder Mountain, do Magic Kingdom (Disney) - e elas imitarão caixotes. Os suportes continuarão da mesma cor, só serão reforçadas.

Confira o projeto das novas cores do Evolution em primeira mão:


Outras atrações também devem ganhar atenção especial no futuro, como o West River Hotel. Perguntamos se havia planos de voltar com a fachada antiga da atração e tivemos a informação que existem 3 pessoas dedicadas a tornar a atração aterrorizante novamente. Segundo a Victória, "as pessoas terão medo de voltar. Temos planos de deixar ele tematizado de novo. Estamos pensando em trazer o pessoal caracterizado de volta, aliado a tecnologia e as coisas que acontecem lá dentro".

Agora o Hopi Hari possui uma pessoa nova pensando somente em tecnologia, iluminação e som para todo o parque. Segundo o Governi, vamos nos surpreender com o que está por vir. 

*A nova iluminação LED da Montezum, que podemos observar todas as noites, é fixa.

BONUS FINAL: 
Brutamontis! O T-Rex do parque, usado nas Férias Mágicas 2011 "A Magia dos Dinossauros" foi reativado recentemente, está sendo modernizado com todos os movimentos e novidades: ele soltará fumaça. O plano é voltar com ele nas ruas do parque em 30 dias.

--
O Hopi Hari reinaugurou no dia 5 de agosto e já está com os passaportes a venda no site: www.hopihari.com.br. Usando o código HF2017, você garante o estacionamento por R$ 10 e o passaporte por R$ 130. Lembrando que é muito importante a sua visita para que o parque possa continuar e proporcionando momentos de diversão, encantamento e alegria.

© 2008-2017 Hopi Hari Mania é um fã site independente. O conteúdo aqui publicado não necessariamente reflete a opinião da marca Hopi Hari.