12 de agosto de 2011



Imagine estudar as formas de transmissão de um vírus, seus sintomas, tratamento e prevenção; ou debater aspectos éticos em relação à produção e divulgação de ciência e o surgimento de epidemias sociais, como o bullying, tendo como sala de aula um laboratório clandestino e, entre os colegas, monstros em diferentes fases de contaminação. O maior evento de medo da América Latina, a Hora do Horror de Hopi Hari, apresenta o LED (Laboratório Educativo) Epidemia, em referência ao tema da edição comemorativa de 10 anos do evento. A oficina está inclusa no passaporte, mas as escolas precisam realizar agendamento de data.

“Depois que o tema é definido pelo parque, trabalhamos com o levantamento de informações e relações possíveis entre o tema e os conteúdos escolares. Trabalhamos com profundidade e qualidade os conteúdos que serão abordados, tanto no que se refere aos conceituais quanto às atividades práticas”, explicou o professor Márcio Miranda, coordenador do Nipec (Núcleo Interdisciplinar de Pesquisa, Ensino e Consultoria), responsável pelo LED em parceria com o Hopi Hari.

Os temas abordados na oficina Epidemia serão: conceito de epidemia, pandemia e endemia; epidemias reais (peste negra, varíola, Aids, dengue e bullying); cobaias animais e humanas: aspectos positivos e negativos; o papel da ciência; formas de controle: vacina, soro, educação; e bioética.

LED de Hopi Hari
O valor da educação nasceu junto com os alicerces do Hopi Hari e ganhou forma em 2002 quando foi criado, em parceria com o jornalista e educador Gilberto Dimenstein, o LED (Laboratório Educativo) do Hopi Hari com a finalidade de reunir experiências educativas realizadas por professores e alunos em suas dependências. Entre 2002 e 2010, cerca de 500 mil alunos de aproximadamente 3 mil diferentes escolas participaram do LED.

Para  saber mais sobre o LED de Hopi Hari, clique aqui. Na página você encontra como inscrever a sua escola no programa e muito mais. 

© 2008 - 2017 Hopi Hari Mania é um fã site independente. O conteúdo aqui publicado não necessariamente reflete a opinião da marca Hopi Hari.