Summer Beats acontece no próximo domingo


Evento será realizado no domingo, dia 1º de fevereiro, no maior Parque Temático da América Latina; são esperadas 12 mil pessoas de diversas partes do Brasil.

Pelo quarto ano consecutivo, o Summer Beats retorna ao Hopi Hari, o maior parque temático da América Latina. Agora, para uma edição especial, comemorativa de 10 anos do festival cristão. O evento acontece no dia 1º de fevereiro e os ingressos já estão à venda pelo site www.summerbeats.com.br ou pelos canais oficiais do Hopi Hari, no site www.hopihari.com.br ou pelo telefone 4007-1134 (custo de ligação local).

O festival proporciona um momento único de união, diversão, adrenalina e louvor para jovens católicos e evangélicos de todas as idades e deve receber 12 mil pessoas, vindas de várias partes do Brasil, como São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Goiás, Paraná Espírito Santo e Santa Catarina.

O Summer Beats terá 10 horas ininterruptas de festa com artistas renomados como Rosa de Saron, Oficina G3, Thalles Roberto, Dunga, Tony Allysson, Adriana Arydes, Daniela Araújo e Adoração e Vida. Antes de a música rolar solta, a Santa Missa abre o evento, às 8h30.

O visitante que for ao Summer Beats e levar como doação 1kg de alimento, ganha um Vendinovu, ingresso para retornar ao Hopi Hari em outro dia gratuitamente, em uma data agendada. O alimento deve ser entregue aos responsáveis na entrada do Parque e será destinado ao Instituto Padre Haroldo, de Campinas.


Summer Beats 2015

Onde: Hopi Hari – Rodovia dos Bandeirantes, km 72 / Vinhedo – São Paulo.

Quando: 1º de fevereiro de 2015 das 08h30 às 19h00.

Preço: Consultar o valor no site  www.summerbeats.com.br, ou pelos canais oficiais do Hopi Hari, no site www.hopihari.com.br ou pelo telefone 4007-1134 (custo de ligação local).

Gratuidade: Visitantes com até 1 metro de altura e adultos a partir de 65 anos.
26 de janeiro de 2015

Hopi Hari e BIC: Pequenos Artistas, Grande Diversão


A promoção “BIC® Evolution: Pequenos Artistas, Grande Diversão” tem como objetivo o fortalecimento da marca na categoria de colorir (lápis de cor, canetinhas hidrográficas e giz de colorir). Na compra de R$40 de produtos de colorir, o consumidor ganha um passaporte para o Hopi Hari e ainda concorre a uma viagem para Nova York, nos Estados Unidos, para 4 pessoas.

Para isso, basta efetuar a compra e acessar o site www.pequenosartistasbic.com.br, preencher seus dados pessoais, cadastrar as notas fiscais e aguardar a confirmação dos dados. Depois é só agendar uma data para visitar o parque. O consumidor poderá doar o passaporte para uma instituição de caridade, escolhida pela BIC, caso opte por não ir ao parque. Cada consumidor pode trocar até 4 passaportes.

Para impulsionar a promoção, a BIC inicia sua campanha de mídia, que contará com dois filmes simultâneos na televisão e ações na internet.

“Com o investimento que iremos fazer estamos esperando atingir milhões de pessoas por todo o Brasil, para tornar a BIC® uma empresa referência na categoria de Colorir”, explica Felipe Favoretto, gerente de papelaria escolar da BIC Brasil.

Como complemento à promoção, a BIC montou dentro do Parque Hopi Hari uma Oficina de Colorir para incentivar às crianças a desenvolverem seu lado artístico. No espaço os pequenos encontram mesas com folhas e lápis para desenhar e colorir.

Informações adicionais e o regulamento da promoção estão disponíveis no site www.pequenosartistasbic.com.br.
13 de janeiro de 2015

Luciano Huck se disfarça de papai noel e participa do Natal Mágico.



Luciano Huck preparou uma surpresa bem calorosa para o Natal. O apresentador do Caldeirão do Huck, da TV Globo, viajou do Rio para o interior de São Paulo, para participar do Natal Mágico do Hopi Hari, que contou com a presença 5 mil convidados, entre eles 40 instituições que apoiam portadores de necessidades especiais. Luciano Huck faz oferenda a Iemanjá para gravação de programa.

Cheio de mistério, como de praxe, Huck apareceu disfarçado como o bom velhinho em uma parada natalina, sobre um calhambeque acompanhado de 20 atores e atrizes vestidos como bailarinas, soldadinhos e até ursos polares. A identidade foi revelada quando o apresentador chegou à casa do Papai Noel, montada aos pés da Giranda-mundi, a roda gigante do local.

 O resultado disso causou muito alvoroço entre os visitantes, que queriam fotos e autógrafos do apresentador. Simpático, ele conversou com as crianças, desejou “feliz natal” e até brincou com elas. Na saída do parque, já sem o traje de noel, tumulto outra vez, com muito assédio e selfies.



Fonte: Revista Quem
17 de dezembro de 2014

Hopi Hari pode estar cogitando fechamento definitivo


Uma notícia nada positiva foi a público ontem através de uma coluna de Leandro Mazzini, do jornal O Povo, na qual é comentado brevemente o futuro do Hopi Hari através de dois caminhos: a venda do empreendimento a um novo grupo de investidores, ou o fechamento definitivo. Confira o breve comentário:

----

O POVO: A crise financeira do famoso Parque Hopi Hari, na grande São Paulo, chegou ao ápice e a direção discute fechá-lo definitivamente. Um grupo de investidores está tentando adquirir o negócio pelo valor das dívidas para tentar uma operação de resgate.

Os fundos de pensão estatais Previ (BB), Funcef (Caixa) e Petros (Petrobras) investiram pesado anos atrás no Hopi, e venderam em 2009 com prejuízo para outra empresa.

----

Até o momento o Hopi Hari não fez nenhuma pronunciação oficial sobre a notícia.
15 de dezembro de 2014
Categorias:

Em clima de Natal, refugiados 'voltam à infância' no Hopi Hari


G1: Cerca de 250 refugiados de países em conflito como Síria, Irã, Congo e Angola visitaram o parque Hopi Hari nesta sexta-feira (12), em Vinhedo (SP). Foi um dia de alegria para pessoas que acumulam em suas vidas histórias de barbárie, perseguições políticas e religiosas. Além das atrações do local, eles participaram de uma parada de Natal com música e fogos.

A ideia de levá-los ao espaço partiu da ONG “Eu conheço meus direitos”, e teve apoio do Alto Comissário das Nações Unidas para Refugiados (Acnur) e pretende provocar memórias positivas, mesmo que inconscientes.

Segundo Viviane dos Reis, que faz parte da ONG, quase todos vieram ao Brasil por medo da violência. “São pessoas que tiveram que fugir de seus países por fundado temor, seja por origem política, por pertencer a algum grupo social, raça ou religião. Eles veem porque não podem continuar onde estão, senão eles podem ser mortos", explica.

No início o trabalho era voltado apenas para as crianças, mas foi ampliado aos pais, segundo Viviane. "Me emocionou da primeira vez que a gente veio porque os pais queriam brincar. A gente queria promover o resgate da infância da criança e acabou promovendo também a dos pais", lembra.

Nesse ambiente de memórias boas, a chegada do papai noel foi para muitos refugiados um marco de alegria, já que em alguns países, o Natal não é comemorado como aqui no Brasil. A festa contagiou os mais velhos e os mais novos durante o desfile, com muita música e fogos.

Confira a matéria completa com vídeo clicando aqui.
13 de dezembro de 2014

Programação das Atrações:

Hilary Duff

Summer Beats 2015:

Hilary Duff

Comprakí:

Hilary Duff

© 2008-2015 Hopi Hari Mania é um fã-site independente. O conteúdo aqui publicado não necessariamente reflete a opinião da marca Hopi Hari S/A.